Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019
Twitter Notícias na Web
Blog Notícias na Web

Dois ônibus são incendiados no quarto dia de ataques em Minas Gerais

06/06/2018 - Violência
Em Ribeirão das Neves, na Grande BH, ônibus da linha 616-C ficou totalmente destruído pelas chamas, que se alastraram rapidamente e atingiram a rede elétrica.

 Mais dois ônibus foram atacados e incendiados na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta quarta-feira (6), desta vez em Ribeirão das Neves. É o quarto dia consecutivo em que o estado registra ocorrências de vandalismo. Ribeirão das Neves foi a 29ª cidade a ter ataques desde domingo (3).

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), confirmou na tarde desta terça-feira (5) que os ataques a ônibus e locais públicos no estado partem de uma facção criminosa que atua no Brasil inteiro.

De acordo com a Polícia Militar (PM), um dos casos desta quarta ocorreu no bairro Lagoa, em Ribeirão das Neves. A PM informou que o motorista seguia para a garagem, quando foi rendido por três criminosos que mandaram que ele descesse do coletivo. Os suspeitos estavam com uma garrafa pet com um líquido inflamável – que foi jogado dentro do veículo – e atearam fogo.

As chamas se alastraram rapidamente e o coletivo ficou totalmente destruído. O fogo alto também atingiu a rede elétrica e provocou explosões. O ônibus atacado fazia a linha 616-C (Estação Pampulha/Céu Azul C).

Por causa do óleo derramado, as chamas também se espalharam pelo asfalto e atingiram o muro e a grade de uma escola estadual. As câmeras de segurança do colégio podem ajudar a polícia a encontrar os três homens que colocaram fogo no ônibus.

Segundo a PM, os criminosos primeiramente tentaram abordar um outro ônibus que passava por uma avenida, mas como não conseguiram, desceram uma rua e renderam o motorista do ônibus atacado.

O condutor estava sozinho e não ficou ferido. O isqueiro que teria sido usado pelos criminosos foi encontrado perto do ônibus. Peritos da Polícia Civil estiveram no local. Para a PM, ainda é cedo para afirmar se o incêndio tem relação com os outros ataques a ônibus registrados no estado.

O segundo veículo atacado foi no bairro Veneza. A polícia informou que os criminosos quebraram o vidro do motorista e atearam fogo na cabine do coletivo. Populares conseguiram apagar as chamas antes da chegada do Corpo de Bombeiros. Não houve fridos.

Ainda segundo a PM, os suspeitos deixaram um bilhete com exigências em um outro ônibus que estava estacionado atrás, mas o teor não foi divulgado e a carta será entregue à Polícia Civil para ser periciada.

Fonte: Globo
Notícias na web © 2019
Melhor visualizado na resolução 1024 X 768
Desenvolvido por:
Doway - Soluções Dinâmicas Web